6 de set de 2011

O Engatinhar

Os educadores sempre escutam dos terapeutas: Na dúvida, engatinhe, engatinhe, engatinhe!! Isso simplesmente significa que o engatinhar é uma atividade fenomenal para um adequado desenvolvimento infantil e para um bom desempenho acadêmico.

Geralmente, pediátras, pais e educadores não dão à devida importância para o engatinhar e, isto acaba interferindo posteriormente, de forma negativa na vida da criança.

Como Terapeuta Ocupacional, é muito comum observar crianças com a habilidade de leitura baixa, dificuldade em cruzar a linha média de seu corpo, pobre estabilidade postural e pobre habilidade de escrita e controle motor fino; devido ao fato delas não terem vivênciado o engatinhar de maneira significativa.

As crianças e bebês devem explorar a posição prono (barriga para baixo) o maior tempo possível desde quando elas conseguem obter controle postural de pescoço e cabeça para brincar ou explorar o ambiente.

É importante ressaltar que crianças que não exploram a posição prono de maneira devida pode apresentar dificuldades no desenvolvimento e no desempenho acadêmico posteriormente. Com isso, sugiro que bebês não fiquem mais de que 30 minutos por dia no andador, jonny jumpers e cadeirinhas para que não haja retardo no desenvolvimento motor.

Fazendo a atividade do engatinhar, você promove para crianças e até mesmo adolescentes, um bom desenvolvimento nas áreas citadas abaixo:


1.Acalma o indivíduo, já que a atividade ativa os receptores de "trabalho pesado" (proprioceptivos) nos músculos e articulações;


2.Fortalece músculos que auxiliam na respiração;


3.Ajudam crianças a sentarem melhor na cadeira, já que a atividade promove o fortalecimento dos músculos das costas e do abdômem;


4.Coordena os dois lados do corpo e, assim, facilita o desenvolvimento da lateralidade;


5.Melhora a habilidade de escrita, através do fortalecimento de ombro, braço e estabilidade de punho;


6.Auxilia na habilidade de controle motor fino, já que a atividade fortalece a musculatura intrínseca da mão;


7.Reduz a sensibilidade tátil através do tato profundo provocado pelo o atrito da mão ao chão;


8.Integra vários reflexos primitivos. A integração destes é vital para o ganho de complexas habilidades motoras;


9.Fortalece tronco, ombro e braço; habilidades essas necessárias para um bom controle postural;


10.Facilita a comunicação dos dois hemisférios cerebrais, cruzando assim, a linha média cerebral e gerando habilidades para uma boa leitura;


11.Aumenta tônus muscular, força muscular e coordenação corporal.

http://planeta-sensorial.blogspot.com (RECOMENDO)

Por que a Terapia Ocupacional é importante para o Autismo ?

Estima-se que 60 a 70% das crianças com TEA (Transtorno do Espectro Autista) apresente um distúrbio sensorial (Adamson, 2006). Estudos têm ...